Orgasmo Terapêutico

Muitas pessoas estranham ao ver esse termo, “orgasmo terapêutico”, outras pessoas sequer conseguem imaginar como é um orgasmo desvinculado de um ato sexual, sensual ou erótico. Mas o orgasmo tem um potencial e uma abrangência muito maior do que isso.

O orgasmo é uma grande descarga de energia, bioeletricidade se manifestando no nosso corpo! Nessa liberação energética há produção de vários hormônios, como ocitocina, serotonina, endorfina, entre outros. Esses hormônios são os hormônios do amor, da felicidade, liberados no corpo, produzem êxtase, estados de risos desmotivados, prazeres intensos.

A limitação é que a maioria das pessoas conhecem o orgasmo apenas como uma manifestação genital, o orgasmo sexual. E a maioria das pessoas possuem estruturas genitais (estrutura clitoriana e estrutura peniana) hipotônicas, ou seja, musculaturas flácidas, não tonificadas. Nesse formato, os orgasmos se tornam muito simplificados e de baixa intensidade.

Quando nos voltamos para um desenvolvimento pessoal e corporal (incluindo os genitais), trabalhando a estrutura genital de modo a buscar uma tonificação da musculatura ali presente ao mesmo tempo que passamos por uma reeducação sensorial do corpo de modo a incluí-lo por completo na onda de prazer, o orgasmo passa a ter outra qualidade, com uma liberação hormonal satisfatória e níveis energéticos capazes de nos levar a experiências transcendentais.

Ao chegarmos nesse desenvolvimento, deixamos de ter um orgasmo apenas genital, um orgasmo que apenas alivia e expulsa a energia do corpo que já não pode ser mais sustentada (devido a uma estrutura hipotônica), e passamos a ter um orgasmo pleno, que nos nutre, nos alimenta, afinal estamos lidando com a energia sexual, uma energia poderosa, uma energia de criação. O orgasmo passa a ser uma manifestação de prazer por todo o corpo, onde todos os músculos estão incluídos na sensação de êxtase. Além disso, a liberação hormonal passa a ser outra, banhando nosso corpo de hormônios que restabelecem nossa alegria com a vida e nosso prazer até com coisas simples do dia a dia.

Nessas práticas estamos lidando com uma intensa e poderosa energia, a Kundalini. Essa energia nasce na base da nossa coluna vertebral, na região dos genitais (dois primeiros chakras), quando despertada, seu caminho é de ascensão pelo corpo, subindo por cada chakra em um trabalho de limpeza e equilíbrio. Durante esse caminho que a Kundalini percorre, facilmente acessamos conteúdos emocionais, lembranças e diversas sensações internas, também entramos em contato com bloqueios, traumas e limites que inibem o fluxo de prazer no corpo. Quando a Kundalini chega ao topo da cabeça e explode para fora do corpo, há um orgasmo cósmico, onde vivenciamos estados de supraconsciência em um orgasmo que se manifesta por todo o corpo, o hiper-orgasmo, e até vivências espirituais podem acontecer nessa experiência.

No trabalho com a Massagem Tântrica do Método Deva Nishok, buscamos uma elevação do potencial orgástico do corpo de forma que o orgasmo seja vivenciado de forma plena e seja uma ferramenta de autoconhecimento e expansão de consciência, o “orgasmo terapêutico”.

Em um desenvolvimento com as Massagens Tântricas, não só no momento da massagem é possível vivenciar experiências intensas e profundas de reconexão com o próprio prazer, mas também levar isso para a vida sexual com o (a) parceiro (a), visto que o trabalho permite uma reprogramação do corpo na forma como o mesmo lida com a energia sexual. O trabalho cria um registro celular ressignificando traumas e permitindo o contato com o êxtase que nosso corpo pode nos proporcionar.

Além de tudo isso, ter essa reconexão com o potencial orgástico do corpo nos leva a ter outro tipo de vida. O prazer do corpo de uma forma geral se eleva: O vento que bate na nuca causa arrepios intensos e prazerosos; a comida saborosa ao ser degustada traz sensações intensas de prazer; o sol da manhã penetrando na pele permitindo um deleite em si mesmo. Tudo fica mais gostoso, mais orgástico!

E como dizia o médico, psicanalista e cientista natural, Wilhelm Reich: “O seu orgasmo é a expressão exata de sua consciência”.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now